Autoconhecimento, espiritualidade e bruxaria!

O Caminho Das Bruxas

Caminho das Bruxas


O Caminho das bruxas, é o caminho das pessoas que decidiram entrar num mundo de autoconhecimento e dedicação aos estudos da natureza, das energias, dos Deuses, e de todo mistério que a bruxaria carrega. Somos os filhos que escolheram como mãe a Lua e como pai o Sol, descobrimos toda a sabedoria que os ciclos lunares e solares nos trazem como fonte de poder, são através desses ciclos que tudo acontece e flui em nossas vidas. Encontramos na natureza, nos quatro elementos, fontes de vitalidade e energia, interna, externa. Encontramos a complexidade da magia e do ocultismo, que trás uma enorme necessidade de autoconhecimento para ser usada. Para realizar trabalhos mágicos, é necessário saber como você emana energia, através dos seus pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes. É aí que o amor pelo autoconhecimento que já era necessário aumenta, porque a partir do momento que você descobre que autoconhecimento além de necessário é muito satisfatório e é o que te faz alcançar a felicidade, nos faz amar cada vez mais esse caminho.

É através do conhecimento que adquirimos com o passar do tempo e que ainda estamos aprendendo a cada dia, que buscamos viver os dias e as situações da melhor forma, usando tudo que estamos aprendemos, e trazendo um pouco disso pra vocês!

Essa página, é um lugar onde deixamos mensagens que nossa alma nos diz enquanto caminhamos por esse caminho da bruxaria. Sejam todos bem-vindos!


BRUXARIA E HIPOCRISIA/PRECONCEITO/DESRESPEITO/INTOLERÂNCIA RELIGIOSA.

Bruxaria e hipocrisia


Esse texto vai para aqueles que falam sobre bruxaria e outras religiões sem pesquisar ou saber nada sobre. Muitas pessoas julgam a bruxaria e outras religiões que fogem do cristianismo, como algo ruim, que faz mal para outras pessoas, que lançam maldições, amarrações, etc. Mas já parou pra pensar, que escolher a bruxaria como algo que você se identifica na espiritualidade pode ser simplesmente por amor a tudo que ela é? Em vez de ser por querer fazer mal as pessoas, por querer saber fazer trabalhos mágicos, por querer fazer qualquer coisa que o conhecimento do ocultismo nos permite? Ou a cultura da religião ou o caminho espiritual que seja, todas as religiões, formas de ver a espiritualidade, merecem respeito! Acredite na sua, fale da sua sim, mas respeite as outras! Agora eu te falo, assim como existe pessoas cristãs que fazem coisas ruins por pura vontade também há em outras religiões, porque isso não é uma coisa separada por religião. Vamos desmistificar toda essa visão maligna que existe na bruxaria e das outras religiões que não são cristãs? Se você não gosta, tudo bem, respeite. MAS NÃO JULGUE UMA COISA QUE VOCÊ NÃO SABE NADA SOBRE, pessoas que você não sabe nada sobre, práticas que você não sabe nada sobre. Se quer criticar e perder seu tempo se intrometendo e falando sobre a espiritualidade de outra pessoa, pesquise e saiba o que está falando, e no mínimo, tenha uma conversa com respeito e tire suas dúvidas, todos não concordamos com muitas coisas, mas isso não é motivo de ignorância, desrespeito e violência.


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Hino Hórfico para Vênus







Celestial, ilustre, Rainha do riso amoroso,
Nascida do mar, amante noturna,
de um semblante terrível;
Astuta, de quem a necessidade veio primeiro,
Produtora, Noturna, Dama toda onisciente:
É teu o mundo com harmonia para se unir,
Pois todas as coisas nascem de ti, ó Poder Divino.
Os Destinos triplos são governados pelo teu decreto,
E todos os rendimentos das produções são iguais a ti:
Quaisquer que sejam os céus, cercando a tudo contêm,
Terra produtora de frutos, e a principal tempestuosa,
Tua influência confessa e obedece ao Teu aceno,
Terrível assistente do Deus Brumal:
Deusa do casamento, encantadora para a visão
Mãe dos Amores, cujos banquetes deleitam;
Fonte de persuasão, secreta, Rainha favorecida,
Ilustre nascida, aparente e invisível:
Conjugal, Lupercal, e aos homens inclinada,
Prolífica, mais desejada, que dá vida, Amável:
Grande portadora do cetro dos Deuses, ele é Teu,
Os mortais em bandos necessários para unir-se;
E todas as tribos de selvagens monstros terríveis
Nas correntes mágicas para atar, através do louco desejo.
Venha, Nascida em Chipre, e para minha oração se incline,
Se exaltada nos céus você brilha,
Ou agradada no templo da Síria presides,
Ou acima das planícies egípcias Teu carro guias,
Coberto de ouro, e próximo de sua inundação sagrada,
Fértil e famosa para corrigir a tua morada abençoada;
Ou se regozijando-se nas margens azuis,
Perto de onde o mar com espumas e vagas onduladas rugem,
Os coros circulares dos mortais, Teu deleite,
Ou ninfas belas, com olhos cerúleos brilhantes,
Agradadas pelos bancos empoeirados e renomados de outrora,
Para conduzir rápido, dois carros unidos de ouro;
Ou se no Chipre com o afeto de Tua mãe,
Onde as mulheres casadas louvam-te a cada ano,
E virgens lindas a se unir ao coro,
Adônis puro para cantar a ti Divina;
Venha, toda atrativa à minha oração inclinada,
Por ti, eu chamo, com mente santa, reverente.

 Tradução: Leonard Dewar
 Imagem: Birth of Venus (detail) by Sandro Botticelli, 1486.



 

Nenhum comentário: