Autoconhecimento, espiritualidade e bruxaria!

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Ancestralidade



Florestas
Carvalhos
Ancestralidade
Somos filhos da dança espiral sagrada da Lua.
Filhos dos ciclos solares que guia a plantação do povo antigo.
O sagrado por traz do que é dividido entre "bem e mal".
O equilíbrio entre o predador e a presa.
Somos o fio do destino escolhidos pelos deuses,
para levar adiante os mistérios das bruxas tão mal interpretadas.
Com o conhecimento e a visão, levamos a cura, respostas, ensinamentos e, a essência da magia, e dos Deuses.
Quando a magia é tão compatível com sua alma, a ponto de te invadir e transbordar, ser levada através de você o sagrado dos Deuses, a antiga religião fica cada vez mais viva.

Somos minoria...
Poesia dedicada a todos que compartilham magia de alguma forma, e para quem ainda irá compartilhar.



Marcela Campos
Bast


Lua que míngua




Senhora Anciã, Deusa da Lua que míngua
Ensina-me seus ciclos de morte e renascimento
Senhora da sabedoria
Mostre-me Deusa, os mistérios que eu não sou capaz de compreender
Para evoluir.
Ensina-me o dom da transmutação
Faça-me de instrumento de seus poderes.
)O(

Bast

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Ápice Lunar





Venha Lua cheia
Em seu ápice de poder
Senhora fêmea, que tantos mistérios carrega
Venha, trazer a sensibilidade no que é preciso sentir
A fúria da maré que se manteve calma
A fertilidade para o renascer das flores,
da planta morta que renasce através do ciclo.
A mãe
Mostra todo o ápice da vida em um período
O mistério que cerca os olhos vendados a Lua vai trazer
Todos os fios que é preciso tecer
Transborda a sua magia em seus filhos.
E realiza seus desejos
Anciã, donzela e mãe
Senhora do saber
Que tece a vida, em seus dedos.

Bast